Indústria Naval Aquecida!

Como conseguir uma oportunidade em um Estaleiro?

Como aproveitar essa oportunidade num estaleiro?

Indústria Naval Aquecida!

Se você mora em regiões onde tem Estaleiros ou futuramente pode ser instalado algum Estaleiro (Como no ES), deve estar fazendo ou já fez a seguinte pergunta: O que eu preciso fazer para conseguir uma oportunidade lá? Bom tentarei, dentro de minhas limitações, ajudá-los nessa análise, não dizendo a fórmula mágica para te dar o emprego, mas procurando fazer uma análise de quais mãos-de-obra são necessárias em um Estaleiro e como se preparar para isso.

Um Estaleiro basicamente é um local para Construção Naval, onde constroem-se navios e plataformas, seja de pequeno, médio ou grande porte, dependendo do tamanho do Estaleiro. Um grande Estaleiro pode ter numa época de pico mais de 10.000 funcionários trabalhando ativamente, o que é um grande benefício para as regiões adjacentes. É uma oportunidade de se trabalhar bastante e ganha-se bastante experiência, pois em Estaleiros o ritmo de trabalho é frenético, dependendo do prazo da construção e etc. Mas como tudo na vida, além de suas vantagens, existem suas desvantagens. Acredito que a grande desvantagem de um Estaleiro seja a volatilidade no emprego, pois enquanto se está tendo contratos ótimo, precisa de bastante mão-de-obra, caso caia, pessoas são demitidas. Na verdade, na maioria das empresas da área, é dessa forma que acontece, baseado em contratos. Mas em Estaleiros sente-se mais, pois em outras empresas talvez seja possível realocar o funcionário para um outro contrato, em estaleiro não.

Passada essa introdução sobre o trabalho em um Estaleiro, vamos ao que interessa, que funções encontramos num estaleiro e que cursos atendem à essa demanda. Em Estaleiros, a grande demanda é por profissionais de nível TÉCNICO e nível BÁSICO! Já em nível superior o numero é menos expressivo, se comparado com os outros 2.

Segue abaixo a relação dos profissionais presentes em um Estaleiro por Nível:

Em nível Básico, você encontra bastante Soldadores, Lixadores, Goivadores, Carpinteiros, Mecânicos, Eletricistas, Encanadores, Pintores, e etc.

Em nível Técnico, é grande o número de Técnicos de Máquinas Navais, Construção Naval, Mecânica, Eletrotécnica, Instrumentação e Automação, Elétrica, Eletromecânica, Segurança do Trabalho e etc. Todas os curso técnicos tradicionais têm demanda em Estaleiros.

Em nível Superior: Sobretudo as Engenharias tradicionais tem maior aceitação e presença em Estaleiros (Civil, Mecânica, Elétrica, Produção e Naval). Inclui-se também Engenharia de Petróleo, Automação , Segurança e Eletrônica que também têm demanda, porém em menor proporção.

Já Tecnólogos, não tenho informações concretas que possa especificar o nível de aceitação num estaleiro. Eu sei que em Estaleiros a visão da formação tradicional impera, então por isso, a aceitação de Tecnólogos seja um pouco restrita. O único Tecnólogo que tenho um pouco mais de informação é de Petróleo e Gás, pois quando ainda estava na faculdade perguntei a um amigo que é supervisor de instrumentação em um estaleiro e o mesmo me disse que Tecnólogos em Petróleo e Gás geralmente trabalham na área de Controle da Qualidade ou Controle de Documentos. Mas também acho que o Tecnólogo pode desempenhar bem funções como Controle da Produção, Almoxarífe e Comprador! (Para saber mais funções que um Tecnólogo em Petróleo e Gás pode desempenhar num estaleiro, por concidência, minha primeira postagem no TECNOPEG foi justamente falando sobre a Importância do Tecnólogo em Petróleo e Gás para a Indústria do Petróleo, numa palestra ministrada pelo então Diretor do Estaleiro Mauá na época Sérgio Vieira Cunha)

Outro tipo de profissional muito requisitado em Estaleiros, é o PROJETISTA. Seja Projetista de Tubulação, Desenhista Projetista, Delineador, Riscador e etc. Muda-se os nomes porém a função em si não muda muito. Não coloquei este profissional nos outros níveis pois é uma função que não está ligada ao nível de educação. É possível encontrar Projetistas que tem apenas o ensino fundamental ou ensino médio (geralmente os mais antigos) nível técnico ou até Superior.

Para tornar-se um Projetista, existem algumas instituições que ministram treinamentos de Formação de Desenhista Projetista, como a OBERG por exemplo, instituição bastante tradicional nessa área, mas não sei como está atualmente. Outra possibilidade é fazer treinamentos que ensinam a usar ferramentas para Projetistas, como AutoCAD, Microstation e SolidWorks (Esses são os mais conhecidos). É um excelente certificado que você pode ter no currículo pois a procura é grande por profissionais com conhecimentos dessa ferramentas. Inclusive quando perguntei ao meu amigo que trabalha em Estaleiro, o mesmo me perguntou se eu tinha algum curso dessas ferramentas pois seria mais fácil de conseguir me encaixar lá. Infelizmente eu não tinha, então não consegui. Outro programa bom, é o MS Project, pois como todo grande empreendimento, trabalha-se por projeto, então, alguém tem que controla-lo. E o MS Project atende justamente a essa necessidade, por isso um profissional com esse conhecimento também é bem valorizado. Recomendo esses cursos acima aos Tecnólogos que desejam trabalhar nessa área de Construção e Montagem Industrial, será um diferencial no currículo de vocês!

Digamos que você já tem essa formação e esses cursos que acabei de desmembrar para vocês. Já tenho minha vaga garantida? INFELIZMENTE NÃO!

Para aqueles que já trabalham na área vão entender porque eu to falando isso e me corrijam se eu estiver errado, em Estaleiros o NETWORKING é fundamental! Ou seja, para conseguir entrar tem que ter aquele famoso Q.I. Costuma-se dizer que para conseguir um emprego em estaleiro só com alguém que já trabalhe lá indicando. Nunca trabalhei em um, embora, trabalhe em uma empresa de Construção e Montagem que é muito parecido esse sistema de Q.I.

CAMINHO DAS PEDRAS.

Agora que já analisei como funciona um Estaleiro e que funções e cursos que mais são valorizados em um, agora estarei comentando e dando sugestões de como você estudante ou profissional, pode conseguir uma oportunidade levando em consideração o nível de sua formação:

Para aqueles que ainda não possuem nenhum curso, estão conhecendo a indústria agora:
Para aqueles que tem nenhuma formação, eu aconselho que faça um curso técnico. A indústria valoriza muito aqueles profissionais que têm um Curso Técnico. Por incrível que pareça, já ouvi dizer que em processo seletivo para Engenheiros, tiveram preferência por aqueles Engenheiros que tinham cursos técnicos. Ou seja, independente da sua idade, faça curso técnico! É a melhor opção a curto prazo. É claro se você gostar dessa área técnica. Caso não goste, então você não tem perfil para trabalhar em Estaleiros.

Além do curso técnico, se puder fazer outros cursos daqueles que citei acima, também dará uma reforçada no currículo e aumentará o leque de oportunidades.

Para aqueles que já tem curso técnico, mas não tem experiência:
Se ainda for novo, já inicie uma Engenharia. Ela te dará mais oportunidade de crescimento profissional. E invista em qualificação industrial (ABRAMAN, ABRACO, ABENDI e etc)
IMPORTANTE: Caso você não saiba lidar com pessoas, opte por continuar no nível técnico. Pois uma das grandes reclamações das empresas é que muitos bons Técnicos tornam-se péssimos Engenheiros por justamente não ter faro para liderança e Gestão de Pessoas, que é 2 das Habilidades Comportamentais mais exigidas para ser um bom Engenheiro.

Para aqueles que já tem curso técnico, e experiência:
Vale a mesma regra para os Técnicos sem Experiência. Porém dando mais ênfase a parte de certificação e qualificação. Isso é requisito primordial para Técnicos com Experiência. (Em breve estarei publicando um artigo sobre Qualificação Industrial).

Para aqueles que são ou estão fazendo Tecnólogo em Petróleo e Gás.
Se você é Tecnólogo e pretende trabalhar nessa área técnica, aconselho que faça um curso técnico. Se possível, em paralelo com a faculdade. E se você já concluiu, que faça um curso técnico, se for rápido. Se demorar 2 ou mais anos, faça Engenharia logo. Estou falando isso, porque a possibilidade de você conseguir uma oportunidade como Técnico é muito maior do que como Engenheiro. Como já falei aqui outra vez, a proporção num projeto de Construção e Montagem por exemplo é de 1 para 10 (1 Engenheiro a cada 10 Técnicos).

Caso você não queria fazer, ou não tem condições no momento, pelo menos invista em treinamentos daquelas ferramentas citadas.

Para aqueles que são Engenheiros sem experiência.
Se você é um Engenheiro sem experiência, o recomendado é que invista em cursos de ferramentas para Projetistas e Planejamento (MS Project e Primavera), vai depender de que área você vai querer atuar.

Para aqueles que são Engenheiros com experiência.
Nesse caso é só investir em networking mesmo. Procure ir em eventos que envolva estaleiros, e profissionais do setor, tenha também um cartão de visitas para distribuir nesses locais. Isso é essencial.
IMPORTANTE: Isso vale para todos os níveis, porém enfatizei no caso de Engenheiros com Experiência por ser o melhor caminho e mais barato de se conseguir uma oportunidade.

OBS.: Para o caso daquelas pessoas que moram no Espírito Santo, a estratégia a seguir, vai depender do prazo para instalação do Estaleiro. Se for a curto prazo, priorize o curso técnico.

CONCLUSÃO
O importante dessa postagem não é dizer o que você tem que fazer sim mostrar algumas das possibilidades. Procure também se informar na sua região, ou com quem trabalha diretamente com isso, procure ouvir muitas pessoas, pois cada uma tem sua opinião e com isso você pode analisar e absorver qual é melhor pra você. O que eu quis mostrar mesmo, foi quanto a importância do conhecimento técnico para trabalhar nesse tipo de indústria e a importância de ter uma boa rede de contatos para conseguir a vaga.

Espero te-los ajudado! Deus abençoe a todos!

  • Leonardoford2008

    Quem deseja trabalhar como técnico mas sem experiencia….e não tem mais seus 20 anos de idade….seria então impossivel sem o Q.I.
    sendo assim, um prospero morador de rua desempregado.

  • Lucianobbrj

    disse tudo leonardoford2008

  • Eujonoel

    Vítor, concordo plenamente com voce na questão do diferencial, entre engenheiros e ténicos; inclusive muitos profissionais americanos de nível técnico chegam aqui com o título de engenheiro; sem desmerecer, mas lá o conceito é outro já tive amigos yanques que não tinham nível superior, mas sim HS ou similar e aqui tinha o título de subsea eng. e eram muito bons, mas eram técnicos; agora, quanto ao tecnólogo, não aconselho a ninguém fazer um curso destes, no meu entender não serve para nada: não é técnico e muito menos engenheiro, é pura perda de tempo…eu não recrutaria; e estou sendo sincero…nobady likes tecnologos!

  • http://profile.yahoo.com/NME6MSTKQZOJ7LO56BQ3RSRILU Pjotinha

    Vítor, concordo plenamente com voce na questão do diferencial, entre engenheiros e ténicos; inclusive muitos profissionais americanos de nível técnico chegam aqui com o título de engenheiro; sem desmerecer, mas lá o conceito é outro já tive amigos yanques que não tinham nível superior, mas sim HS ou similar e aqui tinha o título de subsea eng. e eram muito bons, mas eram técnicos; agora, quanto ao tecnólogo, não aconselho a ninguém fazer um curso destes, no meu entender não serve para nada: não é técnico e muito menos engenheiro, é pura perda de tempo…eu não recrutaria; e estou sendo sincero…nobady likes tecnologos

  • Nilson

    Perfeita explanação Vitor;
    Gostaria só de uma resposta: sou técnico em Edificações-Tecnologo Const.Civil.
    Tenho experiencias como planejador de obras de montagem eletromecanica e civil usando Ms Project-Primavera-Autoca e 3D StudioMax, Tenho curso de Controle Dimensional Caldeiraria, estou perto de qualificar,falta pouco, eJá certifiquei várias empresas em sistema de Gestão da Qualidade de processos construtivos (ISO9001!-PBQP_H-14001-) e tenho experiencia como audito lider de sistema de Gestâo Integrada.
    Me esclareça: tenho um bom perfil para ingressar em obras de Estaleiros.
    news-tek@hotmail.com

  • Luziane

    Verdade lucat7@gmail:disqus .com

  • Natalino Gil

    Excelente!!!!!! Muito bem colocado, parabéns Victor.
    Para mim que atuo na Área de Projetos de Instalações Industriais Multidisciplinar a 30 anos,
    inclusive em Refinarias, sem atividades a 2 meses, e que adoraria ter uma uma oportunidade
    nesta Área fique muito satisfeito com o nível de detalhamento sobre o assunto.
    Valeu, Fique com DEUS.