celular-caterpillar-b15-01__97381_zoom

CAT B15 – Sonho de consumo da indústria.

caterpillar-cat-b15 Hoje um dos grandes problemas dos celulares, principalmente smartphones, é a fragilidade da sua tela e estrutura. Qualquer caída no chão faz a tela quebrar ou tirar alguma lasca do celular.

Para nós que trabalhamos em ambientes hostis, faz-se necessário ter um celular que seja resistente a isso também. Você já conhece o CAT B15? Pois bem, eu também não conhecia. Mas com essa série de vídeos da Caterpillar, acabei conhecendo-o e achei incrível. Ele faz parte do vídeo “Gravidade”.

É um celular ultra-resistente, a até mesmo pesadas máquinas com 4,6 toneladas passam por cima dele.

Confira a seguir algumas curiosidades sobre o Trailer de apresentação do celular e o vídeo de apresentação:

  1. Antes de filmar a ação, algumas pessoas da equipe de produção não tinham certeza de que os smartphones B15 sobreviveriam à tortura que estavam prestes a sofrer.
  2. Todos os telefones funcionaram e estavam intactos depois do fim do terrível desafio.
  3. 600 smartphones B15 foram atropelados pela 277D.
  4. O valor de varejo de todos os B15s usados no filme era de aproximadamente US$ 216.000.
  5. A iluminação do set consumiu mais energia do que o estúdio podia fornecer, assim um gerador Cat® de 175.000 watts foi levado para fornecer a energia necessária.
  6. Para capturar as imagens de todos os ângulos, foram necessárias 3 câmeras principais e 12 câmeras Go Pro

VÍDEO: http://bit.ly/RmSLC3

Jenga

Desafio Caterpillar – Maior jogo JENGA já jogado!

Boa Tarde amigos Tecnopeguianos,

Sabem o que é o JENGA? Vocês já jogaram? Difícil né?

Jenga

E se eu te disser que a Caterpillar fez um desafio no qual “brincou” de JENGA com suas Máquinas? Incrível!
Inicialmente não tinha dado tanta importância, até que resolvi procurar sobre o jogo na internet, e encontrei alguns jogos online. Não consegui! rs

Para nós que trabalhamos na Indústria do Petróleo, uma indústria pesada, está acostumado a ver esses “monstros” no dia a dia das operações. Então, ve-los fazendo isso realmente é fascinante. Mais fascinante ainda quando lê-se os números envolvidos nessa ação:

  • O peso total da estrutura é de 8 tons
  • Os 5 operadores juntos tinham 121 anos de experiência com essas máquinas
  • A área total da arena utilizada, é equivalente à 2 campos de NFL (Liga Nacional de Futebol Americano)

Se você também ficou curioso, confira o vídeo no link abaixo:

Tecnologos_Planilha Preenchida

SELEÇÃO DE PROFESSORE​S – TECNOPEG – CURSOS TÉCNICOS UNESA – PETRÓLEO E GÁS.

Prezados Tecnólogos em Petróleo e Gás,

Dentro do Projeto Cursos Técnicos da Universidade Estácio de Sá estamos selecionando Professores para os cursos técnicos de Petróleo e Gás, Petroquímica e Sistemas a Gás, sob nossa coordenação.  Recentemente abrimos um processo seletivo para a contratação de Professores para diversos cursos. Nas primeiras listagens encontrei poucos ex-alunos, Tecnólogos em Petróleo e Gás.

Assim, solicitei ajuda ao Victor Couto para, via Blog TecnoPeG, encontrar nossos Tecnólogos interessados em iniciar uma carreira acadêmica através da presente oportunidade. As aulas ocorrerão de 2a a 5a, nos turnos manhã e tarde, nos Campi indicados na planilha abaixo.

As inscrições ainda estão abertas e para participar você precisa:

1 – Abrir e preencher o Formulário de Inscrição de Docentes através do link
https://docs.google.com/forms/d/1yFSH_wQwf6NRcW5UKd78J8MCY4PQhqPz2iZ_uV0RWkU/viewform

2 – Abrir o arquivo anexo com os três cursos, disciplinas e os Campi onde nossos cursos estarão disponíveis.

3 – Para cada curso (Petróleo e Gás, Petroquímica e Sistemas a Gás) escolha as disciplinas para quais você está preparado(a) para ministrar aulas:

- Coluna 1 – Marque um X e um número indicando que você tem interesse na disciplina e a ordem de prioridade;
- Coluna 2 – S(sim) ou N(não) para indicar sua experiência (aderência) no assunto e
- Colunas 4 a 10 – Indique quais Campi são de seu interesse indicando o turno M(manhã), T(tarde) ou MT(manhã e tarde).

4 - Após preencher a planilha salve o arquivo “Nome do professor – TECNOPEG – Opções de disciplinas e Campi.xls” colocando o seu nome e sobrenome – TECNOPEG – Opções de disciplinas e Campi.xls.

5 - Envie o arquivo para os seguintes e-mails: simara.bruno@estacio.br e cleliammachado@gmail.com

Importante – No campo ASSUNTO do seu e-mail coloque TECNOPEG pois nos ajudará a identificar a origem do e-mail.

Exemplo – Planilha preenchida
Tecnologos_Planilha Preenchida

 

Reconhecemos o Tecnólogos em Petróleo e Gás como um profissional com carga de conhecimento técnico e experiência profissional ideal para nos auxiliar na formação técnica.  Nossa prioridade, nesse momento, são as disciplinas do Módulo 1 de cada curso sob nossa responsabilidade. Muito obrigado pela colaboração

Programa_MeninasExatas

Petrobras investirá R$ 5 milhões para ampliar participação feminina nas áreas de Ciência e Tecnologia.

Fonte: Agência Petrobras.

Para mais informações: CNPQ

Estão abertas até 18 de novembro as inscrições para a seleção pública “Meninas e Jovens Fazendo Ciências Exatas, Engenharias e Computação”. O objetivo é selecionar e financiar projetos para estimular a formação de mulheres nessas carreiras no Brasil. O programa será desenvolvido com recursos da Petrobras, Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República – SPM e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq. Juntas, as instituições destinarão R$ 11 milhões para a iniciativa, dos quais R$ 5 milhões serão disponibilizados pela Petrobras. A estimativa é selecionar 300 projetos em todo o país.

“Participar desta iniciativa demonstra, mais uma vez, nosso compromisso com a valorização da participação das mulheres no mercado de trabalho. A presença das mulheres na companhia tem sido crescente, sendo resultado de estratégias que contribuem para consolidar a Petrobras como uma empresa em que as mulheres brasileiras se interessem em trabalhar e construir as suas carreiras”, afirma o gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Tripodi.

Os projetos devem ser apresentados por professores ou pesquisadores de universidades ou de centros de pesquisa, e as propostas devem estar vinculadas a escolas que participem do Programa Ensino Médio Inovador. O valor máximo permitido para o financiamento será de R$ 20 mil para cada proposta. As informações sobre a chamada pública estão disponíveis no site do CNPq. 

Evolução da participação feminina na Petrobras

Para a gerente de Orientações e Práticas de Responsabilidade Social da Petrobras, Janice Dias, a participação mais efetiva de mulheres é fruto de uma série de iniciativas para promover a equidade de gêneros dentro da companhia. Segundo a gerente, a Petrobras dissemina o tema da diversidade e tem efetivo compromisso com o Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República.
“Vejo que o apoio a esse projeto é fruto, também, da iniciativa que tivemos no ano passado com a realização do 1o Encontro Nacional – Mulher, Ciência e Tecnologia. Naquele evento, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, ressaltou a importância de qualquer pessoa ter a chance de escolher sua profissão em um ambiente livre de discriminação. As meninas e jovens brasileiras devem ser estimuladas a ter contato com todo o tipo de conhecimento, inclusive aqueles relacionados às áreas de ciência e tecnologia como propõe esse projeto que estamos apoiando agora”, destaca Janice.

O crescimento da participação feminina na Petrobras tem sido constante desde 2003. Naquele ano, a companhia contava em seu quadro com 4.406 mulheres, ou seja, 12% do efetivo total de empregados. Em setembro de 2013, este número subiu para 9.888 mulheres, representando 15,7% do efetivo total da Petrobras. Em dez anos, a taxa de crescimento relativo da força de trabalho feminina foi de 124%.

Nas áreas de interesse predominantemente masculino, o percentual de mulheres também aumentou. Se em 2003, a proporção era de 28% de engenheiras de meio ambiente para 72% de engenheiros em 2012, essa composição passou para 37% de engenheiras e 63% de engenheiros. A elevação da participação feminina também pode ser notada entre as engenheiras de produção, que de 14% em 2003 chegou a 29% em 2012. Já na área de geologia, a participação das mulheres cresceu de 14% para 23% nesse mesmo período.

 

País esbarra na falta de gasodutos e legislação ambiental rígida, mas já começa a olhar potencial da fonte

Gás não convencional no Brasil: sonho ou realidade?

A revolução colocada em curso pelo aumento da exploração de gás de xisto nos Estados Unidos colocou o combustível no centro do debate sobre a evolução da matriz energética mundial. Não são raros os casos de empresas de segmentos energointensivos, como o químico e o petroquímico, que voltaram aos EUA por causa da oferta de combustível barato e abundante. No Brasil, o atraso em buscar soluções para atender a demanda reprimida de gás a um preço mais competitivo fez com que o assunto ganhasse atenção dos players do setor. Mas quais são os riscos e benefícios da exploração e produção no Brasil? Qual a viabilidade econômica deste gás? Como os Estados Unidos, o Brasil possui infraestrutura para o desenvolvimento da fonte?

Diferentemente do que ocorre no Brasil, a produção de shale gas nos Estados Unidos ocorre há mais de duas décadas. O país conta com inúmeros players e mais de 20.000 poços perfurados. Em 2012 a produção do combustível representou mais de 30% do total. O grande volume ofertado pressionou os preços para baixo, para algo em torno de US$ 3 por milhão de BTU. No Brasil, com a indexação do gás natural importado da Bolívia e do gás nacional a uma cesta de óleos, o preço médio da molécula é três vezes superior ao norte-americano.

A viabilidade da extração de gás de xisto está diretamente ligada ao tamanho das reservas, à parcela recuperável de gás e à solução dos problemas ambientais envolvidos. O Brasil ainda não possui estudos específicos na área de gás de fontes não convencionais. Sabe-se que as bacias do São Francisco e do Paraná possuem reservas significativas de shale gas, porém, o real volume destas ainda não é conhecido. A Agência Internacional de Energia estima que essas reservas sejam da ordem de 6,5 bilhões de metros cúbicos de gás tecnicamente recuperável. Mas nada foi confirmado.

Outro complicador é a tímida infraestrutura brasileira de transporte. Diferentemente do que ocorre nos EUA, o Brasil ainda não possui uma malha de gasodutos extensa o suficiente para conduzir o gás produzido até os possíveis grandes mercados consumidores. Evidentemente que não está se falando em equiparar as malhas – enquanto por aqui a rede de gasodutos tem aproximadamente 9,5 mil km, nos Estados Unidos passa de 488 mil km. De qualquer forma, é preciso dispor de condições mínimas para não só ampliar o volume de gás destinado aos grandes mercados consumidores como interiorizar mais o consumo, de modo a favorecê-lo – inclusive com a possibilidade de novos investimentos industriais – em regiões mais afastadas dos grandes centros. Ou seja, certamente seriam necessários novos investimentos em redes, o que também pressionaria os custos finais do energético.

Sob o aspecto ambiental, o Brasil é reconhecido por uma das legislações mais rígidas do mundo. O país ainda não definiu as regras para o licenciamento de projetos de extração de gás de xisto. No entanto, se forem mantidos os padrões de exigência utilizados para outras fontes de energia, há grandes chances de os custos de operação serem maiores que nos EUA, o que poderia inviabilizar os empreendimentos.

Apesar dos fatores complicadores, as autoridades começam a perceber o potencial da fonte e trabalhar para viabilizar sua exploração. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) programou para novembro a primeira rodada de licitações em áreas com potencial de gás, onde pode haver também reservas não convencionais.

Além disso, a agência tem se esforçado para antecipar a regulamentação dos itens relativos ao mercado de gás natural antes da realização dos certames. A iniciativa tem o objetivo de aumentar o valor dos blocos e despertar mais interesse de novos players no mercado de petróleo e gás natural brasileiro.

Se a exploração das reservas brasileiras for conduzida de forma adequada e os custos envolvidos ficarem próximos aos praticados nos Estados Unidos, podem ser esperados desdobramentos importantes para a economia brasileira. O aumento da oferta de gás a preços menores e em mais regiões do país poderá fomentar o desenvolvimento industrial e melhorias no setor elétrico, incluindo a possibilidade de uma maior inserção de térmicas na base e consequentes melhorias no sistema elétrico nacional. Mas tudo isso depende de muito investimento, trabalho e um pouco de sorte também para que o sonho do gás de xisto possa efetivamente se transformar em realidade.

Brunel Energy

JOB OPPORTUNITY: WELL LOGISTICS

A Brunel contrata para uma grande multinacional de petróleo um profissional com experiência em logística de poços de petróleo. Deve ter 3 a 4 anos de experiência e inglês avançado. Vai trabalhar prestando suporte ao setor de logística relacionada relacionada com a perfuração de poços, no escritório da Shell na Barra da Tijuca.

Interessados deverão enviar cv em inglês com pretensão salarial para a.almeida@brunel.net

Segue link da oportunidade: http://www.linkedin.com/groups/JOB-OPPORTUNITY-WELL-LOGISTICS-4352904.S.263691814

Youth Connect

YouthConnect – Recomendo!

Every day the oil & gas industry is taking key decisions, therewith shaping tomorrow’s global energy landscape. A hot topic for example is the role of renewable energy.

Are they creating the energy future in which you would like to live?

It is time for you, the youth, to voice your opinion; after all, it is the future in which you will live.

Join a unique group of top youth influencers that maintains an unprecedented dialogue with the top of the oil & gas industry. Voice your ideas on the online Youth Connect tool. We will make sure that the most eloquent debates will be continued on stage at the 4th WPC Youth Forum in Calgary and that our exclusive guests, prominent leaders of the oil & gas industry, will address the most challenging youth questions. Your questions!

As the WPC Youth Connect Director, I am pleased to invite you to join this exclusive community at

http://www.wpcyouthconnect.com/  and offer you a VIP seat at the conference*.

Best,

Melanie Oleszak

WPC Youth Connect Director

Vagas Consultoria – Salvador

Prezados,

Recebi o e-mail abaixo pedindo ajuda para divulgar! Espero que seja útil pra vocês.

Boa Tarde Victor,

 [...] estamos precisando anunciar vagas para Salvador.
Técnico  com CREA na área de Edificações/Mecânica/ Construção e Montagem/Automação/ Instrumentação/Mecatrônica; ter atuado em áreas de petróleo, petroquímicas,dutos e terminais; indústria ou construção civil; Conhecimento em interpretação de desenho técnico e NR 35. Residente em Catu, Camaçari e Itabuna.Enviar currículo com pretensão salarial cvitaepro@gmail.com

Engenheiro Eletricista e Civil CREA, pós-graduação; ter atuado na área de petróleo, petroquímica,dutos e terminais.Inglês concluído.Conhecimento em NR10 e NR20 Enviar currículo com pretensão salarial cvitaepro@gmail.com

Auxiliar Administrativo com nível médio completo,ter conhecimento na rotina de trabalho de escritório, bom relacionamento interpessoal, domínio Excel e Word. Enviar currículo com pretensão salarial cvitaepro@gmail.com

 Qualquer duvida favor entrar em contato.